quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Chope geladinho onde houver uma lata

Iaê?! Blz?!

Navegando na net, parei no site TechTudo e achei esse item super útil.
QUERO DIZER QUE PRECISO DE UM DESSE URGNETE E ACEITO DE PRESENTE, FIQUEM A VONTADE PARA ME FAZER UMA SURPRESA.



Se aquele seu amigo não gosta de tecnologia porque "ela não serve café" ou "não traz a cerveja", esse gadget vai mudar (pelo menos em parte) os conceitos dele.
Quantas vezes você já não quis um chope bem fresquinho, tirado ali, na hora, mas estava em um churrasco na praia com seus amigos, longe de qualquer bar com uma máquina de pressão? Bem, parece que os japoneses estavam passando pelo mesmo problema.
Talvez seja por isso que eles tenham inventado o genial Beer Hour. Acoplando o gadget de plástico em sua lata de cerveja de 350ml, ela transforma sua latinha em algo que parece um barril de chope portátil! E aí é só servir e saborear a espuma leve e gelada, com todo o prazer de um chope bem tirado (ou quase).
Beer Hour é superfácil de usar: Basta acoplá-lo à lata, apertar o botão para tirar a bebida e regular a espuma com uma alavanca bem visível. Ela está à venda por quase $42, mas pense no custo benefício: Chopes tirados de latinhas! Nunca mais pagar R$5 por uma cerveja que parece chope!
Agora não tem mais desculpa: A tecnologia veio realmente para ajudar nossas vidas. De todos nós! Seria o fim dos chopes de marcas exclusivas em bares? As latinhas finalmente vão ganhar seu espaço nas mesas? Afinal, sabemos que os churrascos, com certeza, nunca mais serão os mesmos, apesar de não se tratar de um chope de verdade.
saiba mais
Agora só nos resta esperar outros gadgets de grande utilidade que realmente fazem diferença na nossa vida, como este. Algo que sirva café logo depois do almoço, ou faça a pipoca assim que o filme começar a rodar na sala. Que toda a genialidade dos japoneses não nos desaponte!

Não sei vocês, mas eu adorei!

Até a próxima.
Abraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaço

Com PERNAMBUCANIDADE

Gastos de turistas estrangeiros no Brasil aumenta 5%

            Iaê?! Blz?!

            Boa notícia para ao nosso turismo, direto do Blog Aquarela 2020



            De acordo com dados divulgados pelo Banco Central nesta quarta-feira, 23 de fevereiro, as despesas de turistas estrangeiros registradas no primeiro mês de 2011 aumentaram 5% em relação ao mesmo período do ano passado. Enquanto em janeiro de 2010 foram gastos US$ 566 milhões, este ano o valor chegou a US$ 595 milhões.
“O total alcançado em 2011 mantém o crescimento já verificado em janeiro do ano passado, quando as despesas dos turistas passaram de US$ 495 milhões para US$ 566 milhões”, afirma Mário Moysés, presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). O aumento foi significativo e representou um crescimento de 14% em relação a 2009.
O cálculo feito pelo Banco Central inclui trocas cambiais oficiais e gastos com cartões de crédito internacionais.
Pensamento: Que bom que os gastos dos estrangeiros aumentaram aqui, mas 5% para o Brasil é pouco, afinal estamos muito atrasados no desenvolvimento do turismo. E ainda temos a Copa e as Olimpíadas nos vendendo. Vamos torcer!

Até a próxima.

Abraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaço

Com PERNAMBUCANIDADE

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Minha Experiência no Restaurante Divina Gula – AL

Iaê?! Blz?!

Seguindo os conselhos da @Dona_Tric quando, finalmente cheguei no Hotel, em Maceió fomos jantar no Divina Gula. È um restaurante que faz da Associação da Boa Lembrança. Restaurante com uma ornamentação bem rústica, mas de muito bom gosto. Atendimento atencioso, mas na medida exata, nada de muito exagero e nem ficar conversando demais com o cliente, mas não nos deixava nobs sentirmos esquecidos, fomos atendidos pelo Rubem.





E a Adega deles? Que coisa linda e fantástica, uma ótima carta de vinhos, de vários países, desde os que vem dos países produtores já consagradas, como os do novo mundo dos vinhos e os países emergentes com os novos vinhos. Realmente algo que convida você a saborear e aproveitar um bom vinho na refeição.
O cardápio fantástico, varias e diferenciada opções. Depois de uma boa conversa, optamos de entrada uns bolinho caipira, nada de muito diferente, mas gostoso sim: Macaxeira com carne de sol desfiada e queijo coalho. O prato principal, consegui convencer minha esposa a provarmos algo não habitual, um tempero diferente realmente, então mesmo um pouco receosa pedi um Salmão ao molho de jabuticaba com pimenta verde, acompanhado de arroz com castanha e couve frito. Tudo que possa dizer do prato, para não querer definir demais o gosto, afinal, penso que, gosto é para se sentir e não para se falar, então: HUUUMMMM! Absolutamente delicioso, e é uma pena que não sei fazer aquele molho e nem a couve frito, bem sequinho do modo que provei.





Nesse dia me permite até sobremesa! Um Sobremesa creme gelado de goiaba com creme cheese e biscoito de castanha. Magnífico também! e olhe que nem sou fã de sobremesa, mas essa, a combinação dos ingredientes não permitia que ficasse doce demais, apenas na medida exata.
E confesso que até tive vontade de tomar um Chopp Brahma (faz tempo já!) mas me segurei e nosso jantar teve como bebidas: suco de limão, suco de abacaxi com limão e kiwi com laranja. Todos três bastante refrescantes e um mais gostoso do que o outro.
Meu pecado foi n ter perguntando o nome do Chef
Quem for a Maceió fica a dica!





È uma pena que estávamos tão agoniados para ir ao restaurante que acabamos esquecendo de levar a máquina, mas peguei umas fotos no site.
Ah! E antes que alguém pergunte isso não é um post pago e nem patrocinado, apenas uma descrição de uma ótima experiência que tive em um jantar!

Até Abraaaaaaaaaaaaaaço

Até a próxima!

Com PERNAMBUCANIDADE

Final de semana em Maceió

Iaê?! Blz?!






Esse final de semana viajei para Maceió com a esposa. Aproveitei que ganhei ums fds em um hotel por lá e apesar de começo de ano, tiramos o fds para descansar e relaxar um pouco, principalmente ela que ta precisando: Admito que gravidez para mulher não é fácil, nos aperreia um pouco além do normal, mas é pior para ela do que para mi, sei disso.
Promessa que tive que fazer a ela foi ficar sem internet, TODO o fds, um sacrifício para mim, para que pudéssemos ficar juntos e eu dormi cedo e assim acordar cedo também. Por isso vou escrevendo para o meu blog diariamente e domingo quando voltar para casa post tudo.
E me surpreendeu a população de União dos Palmares, deve ser a cidade mais saudável do Brasil, pela quantidade de pessoa caminhando na BR, era muita gente mesmo.
Ainda no caminho o momento engraçado  foi quando vi, em Murici, quando o vi o Motel VAMUUUS. Já conhecia o CKISABE em Vitória, e sabia que tem o Cê Q Sabe, o outros com essa variação, mas com esse nome não!
O que começou a tirar um pouco minha paciência foi fazer Garanhuns – Maceió em 1h40m e depois de chegar em Maceió só consegui chegar no hotel quase mais duas horas, que trânsito caótico e cidade mal sinalizada. Me lembrou Recife. E no transito também, um povo, em sua maioria, stressado e mal educado. Igual a Recife.
Mas valeu o FDS, conseguimos nosso objetivo e deu para ver e  rever uma turma super gente boa, dá foto acima!

Até a Próxima.

Abraaaaaaaaaaaaaaaaaaço

Com PERNAMBUCANIDADE

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Para aprender sobre vinhos!

            
Vi essa notícia do Blog de Gastro do DP. E achei o máximo, estou afim de fazer um curso desse. Pena que é no recife. Ta na hora de trazermos um curso desse aqui para Garanhuns, e para mim o local ideal de fazer seria lá em Dona Mô. Quem ta afim e quer participar?
Se alguém for para esse depois me diz se foi bom!

 

Na próxima semana o Club du Vin realizará o seu primeiro curso introdutório sobre vinhos de 2011. As aulas ocorrerão na segunda (21), na unidade de Boa Viagem e terça–feira (22), no Parnamirim, às 19h. Quem vai ministrar as aulas é o sommelier Ângelo Bruno, formado pela Associação Brasileira de Sommeliers (ABS/SP), com 18 anos de experiência na área da enologia.
No curso, os participantes aprenderão sobre a história do vinho, tipos de uvas, regiões vinícolas, informações de compra e armazenagem de rótulos, entre outros assuntos. Além das informações teóricas, os alunos também participarão de degustações de vinhos tintos, brancos, doces e espumantes. O investimento é de R$ 98,00, mas há condições especiais de pagamento para os que trouxerem mais alunos. As vagas são limitadas, por isso os interessados devem entrar em contato com o  Club du Vin e garantir sua reserva mediante pagamento da taxa até o dia 18 de fevereiro.



BOA VIAGEM
Rua Solidônio Leite, 26 (esquina com a Av. Conselheiro Aguiar), Boa Viagem
Fone: (81) 3326-5719

PARNAMIRIM
Endereço: Rua Albino Meira, 58, Parnamirim, Recife – PE
Fone: (81) 3267-3667

           
Até a próxima!
           
Abraaaaaaaaaaaaaaaaço
           
Com PERNAMBUCANIDADE

Esse final de semana tem Festa na Macuca

IaÊ?! Blz?!




Pena que não estou em Garanhuns para ir a Macuca neste fds. Mas podem ir e curtir por mim!
Para quem não viu ainda segue a programação completa.


Sexta-feira dia 18 - apartir das 20h.
- mostra de curtas sobre Cultura Popular (Recife)
- Poetas de Quinta (Caruaru)
- Ronaldo Cesar e os 3 do forró


Sábado dia 19 - apartir das 17h.
- Reisado das Caraíbas (Arcoverde)
- Coco Bojo da Macaíba (Cabo)
- Mateusão dos 8 Baixos (Águas Belas)
- Coco Raízes de Arcoverde (Arcoverde)
- Zezinho Barros (Clube do Forró de Garanhuns)
- Gena de Altinho (Clube do Forró de Garanhuns)


Domingo dia 20 - apartir das 10h.
- Reisado da Boa Vista (Garanhuns)
- Catrevagem (Caruaru)
- Antonio da Gaita (Clube do Forró de Garanhuns)
- Clovis do Acordeon (Clube do Forró de Garanhuns)

DIVIRTAM-SE!

Até a próxima!
           
Abraaaaaaaaaaaaaaaaço
           
Com PERNAMBUCANIDADE



MTur discute ações para o Nordeste

Iaê?! Blz?!
            Notícias do turismo do Nordeste, direto do site da Embratur.

           

Ministro e presidente da CTI Nordeste discutem ações conjuntas para alavancar o turismo no Nordeste

O ministro do Turismo, Pedro Novais, reuniu-se, nesta quinta-feira (17/02), em Brasília (DF), com o presidente da Fundação CTI Nordeste, Bismarck Maia. Em pauta, ações para alavancar o turismo na região Nordeste.
“O Nordeste precisa crescer. As condições de turismo que nós temos são inigualáveis. Devemos aproveitar a oportunidade para alavancar nossa região e, neste instante, o meio mais eficaz e eficiente é o turismo”, ressaltou Novais.
Maia solicitou apoio do MTur para a realização da Brazil National Tourism Mart, em maio, em Natal (RN). E, ainda, pediu a liberação de verba descentralizada para promoção nacional e internacional da região e apoio aos estados do Nordeste na liberação da contrapartida do MTur junto ao Prodetur Nacional. “O Nordeste está esperançoso. O senhor é o ministro do Brasil, mas primeiro é nosso ministro”, brincou Maia.
Novais solicitou esforço conjunto entre as secretarias de turismo estaduais e municipais e a CTI Nordeste para desenvolver o turismo na região. “O Ministério sozinho não pode muito, mas juntos. Sejam criativos e proponham projetos economicamente viáveis, que teremos o máximo prazer em ajudar”, finalizou Novais.
ASCOM

            PENSAMENTO: Toda ação de turismo para a nossa região é sempre bem vinda. Espero que não fique só na discussões e vá para as ações.
            Até a próxima!
            Abraaaaaaaaaaaaaaaaço
            Com PERNAMBUCANIDADE

IV Cruzeiro Gourmet

            Iaê?! Blz?!
           
Tá! digo logo, cometi o pecado da inveja, fiquei mesmo morrendo de inveja de quem vai e louco para ir.


Estava eu navengando na net, quando entro no sita da Associação da Boa Lembrança e me deparo com esta notícia.

Cozinha em grande estilo, assinada por chefs consagrados em todo o país, em alto mar. Essa é a proposta que a Costa Cruzeiros apresenta com o Cruzeiro Gourmet. Para esta edição, realizada de 9 a 17 de março, a coordenadora Mônica Rangel, chef do restaurante Gosto com Gosto (RJ), promete encantar os participantes da viagem através de aromas e sabores exclusivos.
No evento, que sai do porto de Santos, em São Paulo, com escala em Buenos Aires, Punta Del Este e chegada no Rio de Janeiro, workshops sobre degustações, além de receitas exclusivas assinadas pelos chefs da ARBL Ana Bueno, do restaurante Banana da Terra (RJ), Juarez Campos, do Oriundi (ES) e Wanderson Medeiros, Picuí (AL). Completam a equipe os chefs Dalton Rangel, Guga Rocha, Heiko Grabolle, Anandita Jeremias, Mariana Palmeira, Ricardo Bonomi e Rodrigo Martins e o sommelier Anselmo Carneiro.

Cronograma:
Na programação, o público conta com aula infantil, realizada pela manhã do dia 11. As Aulas Show com Degustações abordarão os temas sequência de camarão, pupunha, carne de sol, moqueca capixaba e gnocci. Além das brincadeiras na piscina, o público poderá interagir no Bate Papo com os Chefs sobre sustentabilidade, participar das edições do Chef x Chef, orientados por Mônica Rangel.
Para as bebidas, Dalton Rangel ministra aula sobre cachaças e Anselmo Carneiro, Guga Rocha e Ricardo Bonomi dão dicas sobre enologia em aulas sobre a carta de vinhos do cruzeiro e harmonização. O Cruzeiro Gourmet ainda oferece, durante o evento, a Estação das Caipirinhas, Aula e Concurso de Drinks e Quiz sobre Gastronomia. Todos os participantes recebem, como presente, o exclusivo Prato da Boa Lembrança, criado para a edição 2011 do evento.

Jantar Brasileiro
No menu do jantar, oferecido no dia 15, para as entradas, Juarez Campos e Anandida Jeremias elaboram a Torta Capixaba com Salada de Grãos, harmonizado com o vinho “Ferrari” Perle Metodo Classico e Ricardo Bonomi prepara o Peixe Natural com Salsa Cítrica de Temperos, servido com o rótulo Gavi di Gavi docg “La Mesma”.
Entre as opções de primeiro prato, Heiko Grabolle oferece o Filé de Linguado Frito a Milanesa, servido com pirão de camarão e arroz com ervas, acompanhado por Vermentino di Sardegna doc Costamolino “Argiolas”. Guga Rocha prepara o Peixe Amazônico com Creme de Mandioquinha e Molho de Açaí, degustado com o vinho Sauvignon doc Collio “Casa Zuliani”. Finaliza o cardápio de primeiro prato o chef Rodrigo Martins, que criou o Tagliatelle ao Creme de Legumes e Camarões ao Perfume de Côco e Curry, para harmonizar, o vinho Chardonnay doc Serbato Langhe “Beni di Batasiolo”.
No segundo prato, a chef Mariana Palmeira oferece o Tornedor ao Vinagrete de Caju com Purê de Banana da Terra, servido com o vinho Barbaresco docg “Gianni Gagliardo”. Wanderson Medeiros prepara a Carne de Sol de Contra Filé com Creme de Abóbora, harmonizada com o vinho Barolo docg Vigneto Bonfani “Beni di Batasiolo”. Complementa as opções de segundo prato o Stinco de Cordeiro com Molho de Amoras e Purê de Cogumelos, acompanhada por Chianti Classico docg Riserva “Castellare di Castellina”.
O grand finale da refeição, as sobremesas, prometem agradar os paladares exigentes e curiosos dos participantes do IV Cruzeiro Gourmet. Ana Bueno oferece a Torta de Banana com Farofa de Castanha de Caju, com calda de vinho do porto e sorvete de canela. Para harmonizar, Asti Spumante doc “Martini & Rossi”. Encerra o menu a receita criada pela coordenadora Mônica Rangel, o Sagu de Tapioca com Frutas Vermelhas, acompanhada por sorvete de creme e champanhe. Harmoniza o doce o Moscato d’Asti docg Bosc dla Rei “Batasiolo”.
Saiba mais sobre o Cruzeiro Gourmet no http://www.tematicoscosta.com.br/cruzeiro-gourmet

PENSAMENTO: Meu pensamento ta viajando mesmo? imaginando o que eu faria e o quanto aproveitaria se tivesse a chance de estar nesse cruzeiro. Ai quem me dera...
Esse prato ai em cima, é para os participantes do cruzeiro levarem de lembrança. 

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

ABAV e SEBRAE oferecem, a partir de amanhã, mais de 200 vagas em cursos de Educação à Distância

Iaê?! Blz?!

Notícia no Site da ABAV, para quem gosta de se manter atualizado.

            Amanhã, dia 18, o PROAGÊNCIA II – um convênio da ABAV e SEBRAE Nacional - oferece vagas para os cursos de Educação à Distância “Gestão de Roteiros no Turismo Receptivo” e “Gestão de Empresas de Agenciamento e Operações Turísticas”.
O curso “Gestão de Roteiros no Turismo Receptivo” visa consolidar os profissionais como operadores de Receptivo tendo como foco a criação de roteiros turísticos locais, individuais ou em grupos. Também vai mostrar aos participantes formas de valorizar os atrativos turísticos do local e zelar pelas questões relacionadas à sustentabilidade do destino. É direcionado a operadores e agentes de viagens e será ministrado pelo consultor Carlos Silvério ao longo de três semanas, com carga horária de 20h.
Já o “Gestão de Empresas de Agenciamento e Operações Turísticas” irá ensinar como gerenciar a empresa de maneira eficiente, adequando-se aos desafios do mercado de maneira otimizada, direcionando objetivamente a estratégia de vendas da empresa e garantindo sustentabilidade econômica, mantendo-se dentro do planejamento financeiro anual. É direcionado a gestores de agências de viagens, ministrado pelo tutor Victor Lamas, com carga horária de 35h desenvolvidas ao longo de cinco semanas.
Para este ano já estão previstas cinco novas turmas, duas em março e três em abril, finalizando a meta de 30 turmas do PROAGÊNCIA II. Ao todo, serão mais de 520 vagas só em 2011. Neste mês de março, especificamente, serão 100 vagas para o curso de “Gestão de Roteiros no Turismo Receptivo” e 120 para “Gestão de Empresas de Agenciamento e Operações Turísticas”, explica o Diretor do ICCABAV/PROAGÊNCIA Antonio Azevedo.
“A participação na nova edição dos cursos em 2011 proporcionará uma oportunidade de  se reciclar e se atualizar. Em 2010 tivemos 1.812 inscritos em 25 turmas  que a ABAV e o SEBRAE proporcionaram e os depoimentos   foram muito bons. Quem participa e conclui as turmas  recebe um  certificado  digital .”, complementa Valéria Barros, Gestora do PROAGÊNCIA no SEBRAE Nacional.
Para participar do método de Educação à Distância, é necessário que o aluno possua disponibilidade de dedicação diária de uma a duas horas e tenha internet banda larga. As atividades são disponibilizadas através de plataformas de estudos onde o aluno acessa o conteúdo programático e pode participar de chats e bate-papo com o professor e outros alunos.
Após o processo de seleção que inclui critérios como ser agente de viagens, um agente de viagens por empresa em cada turma E 50% das vagas reservadas para abavianos, todos os alunos inscritos serão comunicados sobre o início das turmas, ambas previstas para começar em 21 de março.
Interessados de todo o Brasil podem participar e muitos já aprovaram o método de ensino.
Desde 2009, o PROAGÊNCIA já abriu 2.120 vagas para capacitação de agentes de viagens de diversas regiões do país. “Foi uma experiência incrível. O conteúdo foi muito rico. Abri minha visão diante de todos os meus projetos, alguns ainda em fase de desenvolvimento...” elogiou a agente de viagens Márcia Cavaler, de Tubarão-SC, aluna do curso “De Agente a Consultor de Viagens” realizado em agosto passado.
“O curso é muito bom, interativo e com certeza, anotei algumas idéias para serem implementadas em minha pequena empresa” comentou o agente Luis Eduardo Barros, de Taguatinga-DF, que participou da mesma turma.
As inscrições são gratuitas e ocorrem de 18  de fevereiro a 04 de março no Portal da ABAV (www.abav.com.br).
No Portal também está disponível o detalhamento dos demais cursos de Educação à Distância do PROAGÊNCIA II.

            Até a próxima.

Abraaaaaaaaaaaaaaaaços

            Com PERNAMBUCANIDADE

Pizza, Spaghetti com molho e Sorvete. Tudo em Pó! Só vendo para crer.

Iaê?! Blz?!

            Tem dois dias que postei  sobre o Sushi em Pó. Achei interessante, apesar de achar que não tem gosto, por isso continuei procurando o que mais que esses japoneses inventaram e descobri muito mais comidas, vejam os vídeos abaixo, com pizza (acho que de calabresa), spaghetti (acredito que ao molho bolonhesa) 






                   
            Até a próxima.

Abraaaaaaaaaaaaaaaaços

            Com PERNAMBUCANIDADE

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Morre Santi Santamaria

Iaê?! Blz?!



Acabo de descobri que faleceu o chef catalão Santi Santamaria, incansável defensor da cozinha de raiz, avessa a abandonos em nome da tecnologia.  Grande perda para a gastronomia.
O famoso cozinheiro catalão Santi Santamaria, que morreu hoje em Singapura aos 53 anos, fazia parte da elite gastronómica e foi distinguido no total com sete estrelas Michelin.  
Foi o primeiro cozinheiro catalão a ser distinguido com três estrelas Michelin, pelo seu primeiro restaurante Can Fabes em Sant Celoni, Barcelona, que abriu em 1981 com a sua esposa Angels.  
O famoso chef tem também duas estrelas pelo restaurante Santceloni em Madrid, uma pelo restaurante el Evo, em Hospitalet, Barcelona, e mais uma estrela Michelin pelo restaurante Tierra em Toledo.  
Santi Santamaria nasceu em 1957 no município barcelonês San Celoni, conseguiu a primeira estrela Michelin em 1988 com o seu restaurante catalão El Racó de Can Fabes, que em 1994 já possuía três estrelas.
Santamaria elaborava cozinha catalã com bases francesas, estreou o restaurante Ossiano especializado em marisco, no Dubai, no resort Atlantis The Palm, uma ilha com a forma de palmeira.
Um dos maiores nomes da culinária espanhola desde os anos 90 e “arquirrival” de Ferran Adrià por expor visões completamente antagônicas às suas em relação ao ato de comer.
Santi defende a comida local, ingredientes os mais frescos e fecha o cerco da alta gastronomia para qualquer invenção química que reverta a ordem natural dos alimentos. Na visão do cozinheiro (ele não simpatiza com a palavra chef) cinqüentão, a comida deve falar à memória, porque cozinhar é um ato civilizado, no sentido de que faz parte da evolução cultural humana. Logo, se aqui falamos português, possuímos uma imensa variedade de frutas, temos sol e praia quase o ano todo, na visão de Santamaria, o que estaríamos nós fazendo num fast-food colorido dentro de algum Shopping Center? Radical, ele? Sim, e isso é muito bom. Precisamos de pessoas radicais para nos situarmos em nossas opiniões.
Mas, bandeiras à parte, ler a obra de Santamaria é gostoso. Ele fala de comida com paixão e conhecimento. Fala do alto de suas estrelas do Michelin, mas parece ter muito mais prazer ao discorrer sobre o “arroz com feijão” domiciliar que da precisão quase laboratorial de um restaurante de alta gastronomia, como os seus. Achei bacana também que ele coloca entre as obrigações de um cozinheiro atual a preocupação com o meio ambiente, algo incrivelmente esquecido na maioria dos debates enogastronômicos mundo afora, que não se cansam de discutir técnicas e ingredientes como se estes fossem imunes à natureza e sua deterioração.
Se a nova cozinha tecno-emocional ou molecular preocupa-se antes em inovar e surpreender, a obra de Santamaria quer resgatar, falar à memória, atualizando e, assim, mantendo vivas as tradições de cada lugar. Aos olhos de Santi, no mundo globalizado, a melhor forma de nos mantermos diversos – e vivos – é cozinhando!
O último restaurante que criou foi em Singapura, dirigido pela filha, e foi aí que morreu hoje, às 12:30 de Lisboa (20:30 locais). Ainda não foi divulgada a causa da morte.
O célebre chef que tinha sido avô na semana passada e encontrava-se cheio de projetos, como a edição de mais um livro com a editora Akal.  
E humildemente falando, eu, pessoalmente, sou mais fã da obra e do estilo de Santi do que o de Adrian.
Quem nunca conheceu o Santi recomendo a leitura do livro dele A Cozinha a Nu. livro atípico e sugestivo, sem receitas mágicas, mas salpicado de recordações e referências pessoais e profissionais, escrito à margem das modas imperantes e contra a cozinha-espetáculo. Santi Santamaria, alguém que passou a vida toda entre fogões e que, acima de tudo, ama a cozinha mediterrânea, pretende aqui estimular o diálogo, abiri um debate público sobre o futuro da nossa gastrononomia e agitar as consciências de uma cidadania anestesiada que, na sua opinião, em muitos casos parece ter renunciado à qualidade e ao gosto pela comida.


            Até a próxima. Abraaaaaaaaaaaaço

            Com PERNAMBUCANIDADE

Vatel - Banquete para a história em PE

Iaê?! Blz?!

  
Recife hoje vai parar! Tá, exagerei, Recife não vai parar, só os 500 convidados (não entendi os convidados, pois será pago, sei que tem alguns que são mesmos, ,mas acho que poucos) que irão ter a chance de viver uma noite na Idade média, vivendo os banquetes das cortes, com certeza será único e inesquecível.
Bom seu eu tivesse em Recife iria! Será? R$ 400,0 por pessoa? Fica a dúvida. Ahahahaha
Para quem nunca assistiu o filme: Vatel, um banquete par o rei. Fica a dica, aproveitem um bom filme. 


A descrição do evento é do site de Gastro do DP
Um espetáculo é qualquer tipo de apresentação em que haja técnica,beleza e brilhantismo. Estes ingredientes com certeza não faltarão no evento gastronômico Vatel, um banquete na Veneza Brasileira, que o chef Douglas Van Der Ley e o produtor e cenógrafo baiano, Almir Pereira, promovem para um seleto público de 500 convidados, na próxima quinta-feira, na Oficina Brennand. É excepcionalmente instigante a disposição deste chef pernambucano em encarnar François Vatel, um célebre cozinheiro da corte de Luís XIV, criador do chantilly e autor de jantares históricos. Quem assistiu a Vatel, o filme, estrelado por Gerard Depardieu e ambientado no tempo dos castelos e dos grandes banquetes, tem a noção do que vem por aí.
Assim como o chef francês, a proposta de Douglas Van Der Ley é propiciar ao público desfrutar da gastronomia como entretenimento. “Será um grande show. Um banquete como na época da corte francesa. As pessoas poderão comer à vontade, do bom e do melhor. (…) Estou cuidando de tudo nos mínimos detalhes, como se fosse meu casamento”, compara.
Pormenores de fato não faltam num banquete, onde 2,5 mil quilos de açúcar ganham forma pelas mãos do chef, que concebeu torres e esculturas, além de fabulosos doces. A cenografia contempla um buffet móvel, com carros alegóricos em formato de árvores com doces e frutas glaceadas. Na mesa de 15 metros será servido o banquete preparado com a ajuda de uma comitiva de chefs estrelados - Jeff Colas, Aníbal (Biba) Fernandes, Joca Pontes, Kiko Selva, Madalena Albuquerque, Ed Campelo, Tatiana Bandeira, Armando Pugliesi, Cláudia Miau, André Falcão, Raline Aragão, Hugo Prouvot e ainda Yoshi Matsumoto, convidado especial do evento.
“O banquete começa com o tema água, com uma mesa preparada por Yoshi com a ajuda de Biba, repleta de sushis e sashimis de peixe, vieira, salmão defumado, enguia, cascatas de camarão, lagostas, enfim, toda sorte de animais marítimos. Passaremos pela terra, com os tubérculos, folhas, vegetais e frutas, uma cenografia de vegetais feita por André Saburó. Teremos ainda as montanhas, com caças diversas como cordeiro, javali, porco, patos, faisões, cordornas...”, explica Douglas. “Todos os chefs estão engajados e trabalhando para que tudo dê certo”. É, de certo, uma experiência única para ser vivida. (Mariana Lôbo)

OUSADIA EM TRÊS ATOS
Welcome drink
Este coquetel de boas-vindas tem como tema os pães brioches e suas variações, com canapés feitos com hadock, parma, foie grais, entre outras combinações que, segundo Douglas, passam por um processo de gelificação e outras técnicas de vangaura utilizadas no preparo e que conferem indescritível sabor aos quitutes. Os convidados serão recebidos com coquetéis de pro-secco misturados a frutas silvestres, como cerejas, lichias e pêssegos, entre outras, harmonizados com os acepipes feitos pelas mãos de Raline Aragão, Madalena Albuquerque, Pugliesi e Cláudia Miau. Um quarteto de cordas tocará repertório lírico para criar a ambientação necessária para o momento inicial, com desfile dos convidados que vestirão roupa de gala e máscara.
Banquete
A cantora lírica Anna Gelinskas fará junto ao quarteto de cordas um número especial para o evento. Trombetas anunciarão a hora do jantar, que terá início com um abre-alas composto pelos chefes convidados, que desfilarão com vestimenta de época e entrarão em cena acompanhados de pajens vestidos de bobos da corte. Estes desfilarão com bandejas personalizadas, levando até a mesa uma síntese do que será servido aos comensais. Os convidados deverão se acomodar em seus assentos ao som da orquestra para desfrutar de toda fartura que se pode ter ao alcance das mãos e da boca.
Doce espetáculo
Um buffet móvel, com cinco carros alegóricos, promete deixar o público de queixo caído. O primeiro deles terá forma de árvore com frutas glaceadas e releituras de bolos de noiva, homenagem à mãe de Douglas, a doceira Diva Suzana. Três carros com doces são dedicados aos quitutes pernambucanos, com uma grande variação de sobremesas da terra. O último carro trará algumas das melhores doceiras do estado, em homenagem às profissionais. Douglas criou ainda dois ambientes - um deles faz referência ao Barroco e ao Romantismo, o outro aos Jardins de Versailles, na França - com esculturas de açúcar. No fim da noite, show pirotécnico e pista de dança.
Serviço
Vendas exclusivas - 8253-7122

Para quem nunca ouviu falar de Vatel:
François Vatel (Paris, 1631 - Chantilly, 24 de Abril de 1671), foi um célebre cozinheiro e maître d'hôtel francês, a quem foi atribuída a invenção do creme de chantilly.
A idade de 15 anos ele começou a aprendizagem de confeiteiro com Jehan Heverard. Chegou à corte aos 22 anos, admitido como auxiliar do cozinheiro de Nicolas Fouquet, Superintendente do Tesouro da França e homem mais rico nessa época. Talentoso, ativo, organizado e extremamente ambicioso, Vatel em pouco tempo tomou o lugar de maître d'hôtel do Châteu de Vaux-le-Vicomte.
Ele tinha um único objetivo: provar a Luís XIV, o Rei-Sol, que era melhor que o mestre da cozinha real. Numa das primeiras tentativas, no dia 17 de Agosto de 1661, Vatel organizou uma festa de grande esplendor para inaugurar o fim dos trabalhos no castelo de Vaux-le-Vicomte e recebeu uma pequena multidão de 600 convidados da corte, a rainha mãe, Ana de Áustria e o soberano. Nos espectáculos utilizou as mais avançadas técnicas da época, com representações de peças de teatro
François Vatel voltou para a França e foi trabalhar como extraordinário "Mestre dos Prazeres e das Festividades" para Louis II de Bourban, o Grande Condé, no Châteu de Chantilly e là, Vatel batizou o seu creme com o nome do lugar.
Em abril de 1671 o Grande Condé encarrega então Vatel da maior tarefa de sua vida: promover três dias e três noites de festividades no castelo de Chantilly - serão convidados a passar um fim de semana de caça o rei Luís XIV e toda a nobreza com 3.000 pessoas.
No 21 abril 1671 desfrutaram, com muita pompa e suntuosidade, os espetáculos organizados por Vatel. Tudo correu muito bem até que, no jantar da ultima noite, não havia assados para todas as mesas. Estressado pelo erro de calculo, o Vatel passou a noite em claro, esperando os peixes para o dia seguinte, a Sexta-Feira Santa. Ao perceber que a encomenda não seria entregue, assim a versão oficial, Vatel suicidou-se em virtude do atraso do peixe, que ameaçou o sucesso de um dos jantares oferecidos a sua Majestade.
Sua morte foi tratada como uma tragédia nacional, principalmente depois que se soube que o peixe havia chegado e tudo não passava de um mal-entendido. O rei e a corte admiraram a sua atitude e continuaram os banquetes.

Dá para acreditar nisso?

Até a próxima, Um Abraaaaaaaaaaaaço

Com PERNAMBUCANIDADE

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Coca Cola - Fórmula desvendada. Agora você pode fazer em casa!

            Iaê?! Blz?!
           
Vi essa no Portal R7, confesso que não acredito que a Coca ia dar um vacilo desse, alguém acredita mesmo que dá para fazer a Coca em casa?  
            Só para constar estou a quase 1 mês sem tomar uma lata de Coca, será que estou curado do vicío? Para quem tomava todos os dias...
            Resultado o lombo ta dando uma baixada!
           
Segue a notícia abaixo:
            O site de um programa de rádio pública, nos Estados Unidos, revelou, nesta terça-feira (15), todos os ingredientes da receita mais bem guardada – há mais de 125 anos – do mundo: a fórmula da Coca-Cola. 
Alguns dos ingredientes listados pelos produtores do programa de rádio This American Life (a vida americana, em tradução livre) são familiares para qualquer pessoa que já leu o rótulo do refrigerante: água, açúcar, ácido cítrico e caramelo. Mas ninguém imaginava que o refrigerante teria óleos de noz moscada e laranja, ou óleo de neroli. 
Segundo o site, a receita foi publicada em 1979 em um jornal local de Atlanta, nos Estados Unidos, onde fica a sede da empresa, mas ninguém parece ter prestado muito atenção na época. A reportagem de 32 anos de idade, que estava na página 28 do jornal , mostra a fotografia de uma fórmula que dizia ser a cópia da Coca-Cola.
Aparentemente, a fórmula foi escrita por um farmacêutico, amigo do criador da Coca-Cola, John Pemberton, e teria sido passada de mão em mão ao longo de várias gerações. Atualmente, uma lata de Coca-Cola diz ter como ingredientes apenas "aromas naturais, incluindo cafeína, açúcar, ácido fosfórico e colorantes"
O site consultou o historiador Mark Pendergrast, que escreveu sobre a história do refrigerante. Pendergrast, que diz acreditar que a fórmula pode ser verdadeira, disse que “certamente é uma versão da fórmula”.
Veja abaixo a lista de ingredientes do famoso refrigerante divulgada pelo site:

Extrato líquido de folha de coca: 11,07 mililitros (ml)
Ácido cítrico: 90 ml
Cafeína: 30ml
Açúcar: 30 (medida desconhecida)
Água: 9,46 l
Suco de limão: 0,946 l
Baunilha: 28,35
Caramelo: 42,525 g (a quantidade pode ser maior para dar cor)
O sabor secreto 7X (60ml do sabor 7x a cada 18,927 l de xarope)
Álcool: 240 ml
Óleo de laranja: 20 gotas
Óleo de limão: 30 gotas
Óleo de noz-moscada: 10 gotas
Coentro: 5 gotas
Néroli (extrato de flor de fruta parecida com mexerica): 10 gotas
Canela: 10 gotas

PENSAMENTO: eu acho que até faz sentido, pois pelo que sei a Coca foi criada para ser um xarope contra a dor de barriga que não deu certo, não foi?
Mesmo assim achei muito trabalhosa, fora que depois vou ter que colocar para gelar e quando pequeno, pensava que colocava o gás da cozinha no refri. Crianças. Tsc. tsc. ahahahahah
Prefiro continuar comprando já pronta, mas quem sabe agora a Pepsi não melhora, e nossa cara muda quando o garçom vier com: "Só tem pepsi, pode ser?"



POST ATUALIZADO: TIVE QUE ATUALIZAR ESTE POST DEPOIS DO COMENTÁRIO DO @LeDamascena NO TWITTER, RI MUITO:

Coca cola leva coentro? Suco de limão? É uma peixada porra? HAHAHAHA

Até a próxima. Abraaaaaaaaaaaaaço
Com PERNAMBUCANIDADE